FUTEBOL PELA AMIZADE RECEBE O SEU PRIMEIRO JOVEM ÁRBITRO

MOSCOVO, 27 de abril de 2018. – Pela primeira vez na história do programa social internacional para crianças Futebol pela Amizade, da Gazprom, um parceiro oficial do Campeonato do Mundo FIFA 2018 na Rússia, os Jovens Embaixadores, incluindo Jogadores, Jornalistas e Treinadores, verão juntar-se-lhes um Jovem Árbitro. Agora, ainda mais talentosos rapazes e raparigas terão a possibilidade de fazer parte deste projeto global, que abrange 211 países e regiões em todo o mundo. O Futebol pela Amizade é um projeto pensado em torno das crianças e para crianças. Elas constituem o ponto central chave do programa e desfrutam do respeito tanto dos seus pares como dos adultos.

Na quinta época do programa, um Jovem Árbitro que se destacou foi Runji Chui, da China. Ananja Cambodge, da Índia, também realizou contribuições significativas em 2017, quando, no âmbito do seu cargo enquanto Jovem Jornalista responsável pelo Centro de Imprensa Infantil Internacional, se inspirou num conjunto de eventos oficiais e publicou um livro subordinado ao tema dos nove valores chave do Futebol pela Amizade. Um Jovem Jogador da Bolívia, Lucas Sausedo, constitui um exemplo de determinação — pois, inspirado pelo seu pai, um jogador de futebol profissional boliviano, decidiu seguir o seu exemplo, ultrapassar todos os desafios e dedicar a sua vida a melhorar as suas aptidões atléticas.

O rico historial do programa, que pela sexta vez consecutiva recebe representantes de novos países e regiões, atrai anualmente cada vez mais jovens participantes. Tendo em conta o crescente interesse no Futebol pela Amizade, hoje a equipa unida de Jovens Jogadores, Jovens Jornalistas e Jovens Treinadores acolherá Jovem Árbitros — Bogdan Batalin da Rússia (14 anos de idade) e Gerardo Penjalvar Bilbao de Cuba (16 anos de idade). Estes jovens foram convidados a aderir ao programa pelo Comité Organizador do Futebol pela Amizade.

Durante o Campeonato Mundial Futebol pela Amizade, Jovem Árbitros trabalharão em conjunto com os mentores adultos nos 32 jogos das equipas internacionais da amizade, que incluirão crianças de diferentes nacionalidades, géneros e capacidades físicas, contribuindo cada um da sua forma única ao longo deste percurso.

"Estou feliz por fazer parte do programa Futebol pela Amizade. É uma oportunidade para me familiarizar com verdadeiros profissionais do futebol e conhecer crianças de diferentes países! O futebol une-nos a todos e aguardo ansiosamente o início do programa para poder mostrar as minhas capacidades e talento", afirma Gerardo Penjalvar Bilbao, um Jovem Árbitro do programa Futebol pela Amizade de 16 anos de idade e oriundo de Cuba.

"Comecei a treinar para ser árbitro na escola, pois queria aprender a arbitrar jogos. No futuro, gostaria de tornar-me árbitro profissional. A participação no programa Futebol pela Amizade constituirá uma nova experiência excelente para mim. Desejo a melhor das sortes e bons jogos a todas as crianças! Posso ser rígido e até suspender um jogador, mas prometo ser justo", afirmou Bogdan Batalin, um Jovem Árbitro do programa Futebol pela Amizade oriundo da Rússia e um estudante da escola de árbitros da Federação de Futebol de Irkutsk, com 14 anos de idade.

"O programa de Jovem Árbitro é uma excelente iniciativa e uma nova fase para o Futebol pela Amizade. A oferta deste novo papel constitui um passo lógico para o projeto, uma vez que um dos seus objetivos é o de ajudar as crianças a serem ouvidas. Estou confiante de que será útil e interessante para todos os participantes. Embora os árbitros adultos normalmente sigam as regras formais, os Jovem Árbitros poderão utilizar a oportunidade para mostrar a adesão aos valores chave do programa Futebol pela Amizade e, por sua vez, ensinar os adultos algo de extraordinário", salienta Gerard Timmers, um membro do Futebol pela Amizade na Holanda e membro da equipa técnica de treinadores da equipa de futebol do VV Alkmaar.